"Uma lenda, duas lendas, tantas lendas…" – Guilherme


A Lagoa das Guaraíras
Conta a lenda que um índio cansado das lições que recebia, matou e comeu uma criança. Os pais da criança queriam que o Pajé tomasse suas providências.
Como castigo o Pajé ordenou:
_ Entre dentro do rio e não saia sem minhas ordens!
Todas as noites de lua cheia um urro apavorante saía de dentro do rio.
Antigamente pescadores pescavam e traziam sacos de peixes para suas casas, agora não.
Os pescadores jogam as redes, um vulto dentro da água espanta os peixes. Esse vulto era o índio que de tanto ficar dentro da água, a maldição do peixe-boi caiu sobre ele, transformando-o em peixe-boi.
Esse foi o surgimento do peixe-boi, que habita aquelas águas até hoje.
Reescrito por Guilherme César do Nascimento Victorelle 
Anúncios

2 thoughts on “"Uma lenda, duas lendas, tantas lendas…" – Guilherme

Obrigada pela visita! Seu comentário será publicado após aprovação.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s